A contribuição de William Gilbert para a eletricidade

William Gilbert foi um médico que viveu na Inglaterra de 1544 a 1603. Apesar de médico, Gilbert dedicou-se a estudar o magnetismo terrestre e publicou em 1600 um livro escrito em latim intitulado “De Magneto”.

Gilbert foi influenciado pelo panfleto de Robert Norman, “The newe Attractive” publicado em 1581 que discorria sobre a inclinação do eixo magnético da Terra, já descoberta anteriormente por outros estudiosos.

Gilbert foi um dos primeiros a tentar encontrar qual seria diferença entre a força de atração exercida por um pedaço de ambar atritado e da força de atração exercida por materiais magnéticos. Afinal para se ter atração no ambar seria necessário atritá-lo posto que em materiais magnéticos ela era permanente, mesmo quando úmidos e molhados.

Em seu livro também encontramos as primeiras percepções de que eletricidade de magnetismo seriam coisas diferentes.

Seus trabalhos influenciaram estudiosos futuros a inventar máquinas que geravam eletricidade estática por atrito e também tentar conduzir esta energia estética de um ponto a outro.

Este é o legado de William Gilbert para a eletricidade.